terça-feira, 21 de abril de 2009

meu amigo google

O Google é meu amigo e manda vários visitantes pra cá. :)
Aqui estão algumas buscas reais, repito: reais, que trouxeram pessoas para esta página:


“FALA PARA UM TEATRO COM FANTOCHES FALANDO SOBRE FAZER O TESTE DO PESINHO”

Com todas essas maiúsculas dá pra ver que a busca é urgente. O teste é de pesinho de peso? Daqueles de balança? Ou você quer dizer teste do pezinho, de pé? Porque se for, aí, além de procurar por falas, devia também se dedicar um pouco mais à escrita, ou seus fantoches vão ensinar coisa errada para população.

“a onde eu encontro o peça da green”

Não sei. Não faço a menor idéia. Se você a char e for boa, me a vise.

“slide sobre comida de doente como por exemplo a sopa”

Por que ainda essa mania de achar que sopa é comida de doente?!!! Gente! Por favor, chega disso. Chá e sopa podem ser delícias sofisticadas para paladares de bom gosto e merecem ser apreciadas em qualquer estado de saúde. Tenho dito.

“como analisar um filme chamado um golpe do destino”

Essa não parece ter vindo de algum estudante preguiçoso querendo achar a lição de casa pronta na Internet?


“coseira pes e maos e neosaldina”

Sim, se você tiver uma reação alérgica à Neosaldina vai ter coCeira nos pés e mãos. Coseira não sei bem do que se trata, mas mesmo assim, saia do computador e vá ao pronto socorro. Agora!

“fiz amor com meu avô”

Sem palavras. Se você fez amor com seu avô e está procurando conselho psicológico não vai achar aqui. Nem em algum outro blog. Recomendo urgentemente uma visita ao psiquiatra.

“m e y palavras doidas para colocar no orkut”


Essa é bem específica. E pro orkut? Não perca seu tempo. Quer um conselho? Se você precisa forçar a barra pra ter algo criativo no seu perfil é porque naturalmente não tem esse instinto doidinho que procura. Fazer pose de descontraído e maluquinho é o tipo da mentira que tem perna bem curta.

“quais as transformações que ocorreram na pratica de ensino do professor Matty no filme escola da vida”

Será a mesma pessoa que queria a análise do ‘golpe do destino’? Uau. E veio parar aqui... De novo. Pode até ser que eu fale de algumas transformações, mas são geralmente de cunho pessoal. Não sei se falo em alguma prática de ensino, também não me lembro do nome “Matty” aparecer em qualquer post meu... Agora, escola da vida, bom, nessa estamos todos.

Um comentário:

blog disse...

Petrucia, show seu post. :-)

Ouvi outro dia que uma empresa vendeu um apartamento depois de uma busca no google com a palavra "gravides", isso mesmo, com "S"...

Bjs, Miguel